30/11 – Exibição do filme Mobedique Hors Acvè, da Cia Teatral Ueinzz

30/11 – Exibição do filme Mobedique Hors Acvè, da Cia Teatral Ueinzz

No sábado, dia 30 de novembro, o b_arco recebe a exibição do filme “Mobedique Hors Acvè”, da Cia Teatral Ueinzz. A exibição acontece às 15h e possui entrada gratuita, com distribuição dos ingressos a partir das 14h, na recepção do espaço!

Em Mobedique Hors Acvè – filme feito de sobreposições, cortes, e pedaços de diferentes situações do processo criativo da peça de mesmo nome – passados remotos encontram futuros remotos. Robôs dançantes acenam para o viajante solitário. A queima da gordura de baleias alimenta o processo de zumbificação do cidadão-consumidor. Agora tudo queima! Inquilinos precários ficaremos no escuro, náufragos de um mundo que não nos pertence. Terranos, na companhia das águas vivas, acompanhamos a caça, a fuga, a astrologia e os hologramas da baleia Mobedique.

“Oh Deus, oh Deus, o que vem a seguir, quando o Pequod afunda? Ele naufraga na guerra, e nós todos somos vestígios de naufrágios”
(ecos de Melville em D. H. Lawrence)

O naufrágio da Cia Ueinzz agita e acalma as águas, do que morreu, do que segue vivo. Tentativas de retornar ao mar, de zarpar, mesmo permanecendo na areia. Ueinzz não morre na praia, vive nela. Fazer uma peça e a seguir um filme são gestos, espécies de milagres. Retomadas que surpreendentemente permitiram um novo trabalho, depois da Cia Ueinzz ter vivido sua última morte, numa sequência de “suicidados da sociedade”.

O número quatro, aquele que morreu, o último abandono do mundo que novamente essa gente Ueinzz não pode evitar, antes de estourar, a partir de seu coração, deixou carimbada a existência de muitos, num luto que não deve passar. Para que alguma vida se anime.

Mobedique Hors Acvè, nesse processo, é a matéria a ser vista publicamente. Feita de enlutamento, dedicada a afundar e emergir dessa morte, buscando linhas de seguimento. É a última tentativa da Cia Teatral Ueinzz. Seu exercício atual de exibição e vida, que gradualmente conduz-se a outras paragens, sendo acolhida amorosamente por um Episode 10 de Arika. Deslocando-se seja por não poder aportar de outro modo, seja por maturar sua condição artística em formas não evidentes, o agora-Ueinzz pôde encontrar no mais óbvio desse tempo – a produção de imagens – sua estranheza sutil. A Cia Ueinzz entrega à vista esse filme, como mais um lugar-comum para quaisquer que queiram vir à bordo.

Sobre a Cia Teatral Ueinzz

Ueinzz é território cênico para quem sente vacilar o mundo. Como em Kafka, faz do enjoo em terra firme matéria de transmutação poética e política. No conjunto, há mestres na arte da vidência, com notório saber em improviso e neologismos; especialistas em enciclopédias marítimas, trapezistas frustradas, caçadores de sonhos, atrizes interpretativas. Há também inventores da pomba-gíria, incógnitas musicais, mestres cervejistas e seres nascentes. Vidas por um triz se experimentando em práticas estéticas e colaborações transatlânticas. Comunidade dos sem comunidade, para uma comunidade por vir.

“Mobedique Hors Acvè”
Dia 27 de novembro, às 15h
Entrada gratuita – Ingressos distribuídos 1h antes do início da exibição

b_arco
Rua Dr Virgilio de Carvalho Pinto, 426 – Pinheiros, São Paulo
Próximo da estação Fradique Coutinho do Metrô
Estacionamento ao lado

Fechar Menu
Close Panel