25/03 – Mulheres na Literatura

25/03 – Mulheres na Literatura

Marcelino Freire, escritor e professor do curso de Escrita Criativa, a Editora Companhia das Letras e nós, do Centro Cultural b_arco, convidamos para uma noite de conversa com três escritoras em destaque na atualidade: Cidinha da Silva, Aline Bei e Jarid Arraes. Uma oportunidade única de conhecer de perto os caminhos que elas traçaram em suas carreiras.

Segunda, 25 de março, às 19h30.
Local: b_arco – Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 422/426
GRATUITO

Cidinha da Silva é prosadora, dramaturga e editora. Nasceu em Belo em Horizonte (1967). Autora de 15 livros de literatura, entre eles: Racismo no Brasil e afetos correlatos (2013); #Parem de nos matar! (2016) e Um Exu em Nova York (2018). É organizadora do livro de referência Africanidades e relações raciais: insumos para políticas públicas na área do livro, leitura, literatura e bibliotecas no Brasil (2014) e de Ações Afirmativas em educação: experiências brasileiras (2003). Tem textos literários traduzidos e publicados em espanhol, catalão, italiano, francês e inglês.

Aline Bei, depois de ganhar o Prêmio Toca, criado pelo escritor Marcelino Freire, escreveu em 2017 seu primeiro romance, O Peso do Pássaro Morto. Com ele, foi a vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura de 2018 na categoria Melhor Romance de Autor com Menos de 40 anos.

Jarid Arraes, nascida em Juazeiro do Norte, na região do Cariri (CE), em 12 de Fevereiro de 1991, é escritora, cordelista, poeta e autora dos livros “Um buraco com meu nome“, “As Lendas de Dandara” e “Heroínas Negras Brasileiras“. Curadora do selo literário Ferina, atualmente vive em São Paulo (SP) e tem mais de 60 títulos publicados em Literatura de Cordel.

Fechar Menu
Close Panel