#b_arcoindica Filme “Uma noite não é nada”, de Alain Fresnot

#b_arcoindica Filme “Uma noite não é nada”, de Alain Fresnot

Em parceria com a @imovision, o filme “Uma noite não é nada”, do diretor Alain Fresnot, fica em cartaz até o dia 04/9 em alguns dos principais cinemas da cidade. 

O filme se passa em São Paulo, em meados da década de 80. Agostinho (Paulo Betti) é um decadente professor de física num supletivo noturno e acaba se apaixonando por uma de suas alunas, Márcia (Luiza Braga), uma mulher bem mais jovem do que ele, emocionalmente perturbada e soropositiva. Eles começam um relacionamento e a logo a coisa se torna séria, fazendo com que Agostinho comece a arriscar seu casamento com Januária (Cláudia Mello). 

Em entrevista para RadioMetrópolis, da TV Cultura, o diretor fala sobre o contexto do filme que aborda os anos 80 no Brasil, onde ser portador do vírus da AIDS, na época, era basicamente uma sentença de morte:

“É como se fosse uma decisão dele [Agostinho] ter um fim de vida mais transgressor e mais alegre, digamos assim, o cara realmente está afim de ter uma grande saída, um último ato apoteótico. E, por incrível que pareça, a grande personagem do filme é sua mulher [Januária], que passou a vida inteira com ele e acaba por demonstrar compaixão e compreensão humana [sobre seu caso romântico]. No fundo, as três personagens centrais estão tratando da questão do amor, em suas diversas facetas”.

O elenco conta com Paulo Betti, Luiza Braga, Claudia Mello e Fernanda Vianna. Alain Fresnot, diretor radicado no Brasil, também dirigiu os filmes “Ed Mort” (1997), também com Paulo Betti, “Desmundo” (2002) e “Família Vende Tudo” (2011).

#cinemabrasileiro #imovision #umanoitenaoenada #alainfresnot

Fechar Menu
Close Panel