Por que planejar? Para que fazer planos?

Por que planejar? Para que fazer planos?

Num contexto adverso e instável como o que vivemos, com mudanças súbitas que desequilibram investimentos de tanto tempo e questionam o valor de competências cultivadas por toda vida, estes questionamentos refletem o sentimento de muitas pessoas, equipes, negócios e organizações. 

É verdade, planos não têm o poder de controlar a realidade. Mas diminuem a nossa percepção da incerteza, o que não é um ganho colateral, mas uma capacidade central ao processo de fazer estratégia. Correntes mais atuais entendem que o exercício de construir estes modelos ou teorias, coletivamente ou para si próprio, é que nos preparam para operar situações complexas. Por compreender melhor o que está em jogo, mapear riscos, oportunidades e, quando necessário, fazer ajustes, manter decisões ou mudá-las radicalmente. Uma prática fundada no exercício de criar futuros, alinhar pessoas e parceiros em diferentes contextos do presente, revelando estrategistas ao longo desta cadeia que vai desde as formulações até a realidade palpável, com o poder de alcançar bons resultados. 

O fazer constante, aliando o pensar e o agir estrategicamente, é tão importante para o sucesso da estratégia quanto um bom plano. Podemos chamar isso de inteligência estratégica, de savoir faire, hands on ou reconhecer traços da métis, um conceito grego que alia sagacidade, previsão, atenção e sentido de oportunidade – Ulisses, na mitologia, é o herói rico em métis

Todas estas habilidades se caracterizam por serem eficazes na prática. São modeladas no exercício de planejar e prever, mas também são bem-sucedidas por permanecerem maleáveis, abertas a novas possibilidades e mostrarem resultados onde há necessidade de inovar, seja em cenários pouco conhecidos ou diante de uma adversidade.

Ao reconhecer a estratégia como uma capacidade humana, relacionada à sobrevivência e ao exercício do poder, afirmamos que radicalmente somos todos estrategistas. Mas, para nos tornarmos eficazes diante de desafios reais e alcançar resultados práticos, é preciso reconhecer o processo estratégico, visualizar diferentes cenários, dominar ferramentas e incluir atores que impactem todo este circuito.

O curso Somos Todos Estrategistas, elaborado pela mestra Bia Blandy, é para quem visa criar uma visão mais prática da estratégia, articulando uma inteligência que associe criatividade e organização para alcançar resultados efetivos em contextos instáveis.

A próxima turma do curso inicia no dia 2 de setembro – ainda há vagas! Saiba mais e garanta sua inscrição.

Somos Todos Estrategistas
De 2 a 6 de setembro de 2019
Segunda a sexta, das 19h30 às 22h30

b_arco
Rua Dr Virgilio de Carvalho Pinto, 426 – Pinheiros, São Paulo
Próximo da estação Fradique Coutinho do Metrô
Estacionamento ao lado

Fechar Menu
Close Panel