Desvendando Kubrick para Desvendar Nós Mesmos

com
Dodô Azevedo
> observações a respeito do ser humano feitas por um dos maiores diretores cinematográficos e que podem ajudar a nos entendermos hoje.

/data

9 a 12 de novembro de 2020

segunda a quinta, das 19h às 21h30

/valor

Detalhes Preço Qtd
Desconto à vistaMais Detalhes  R$280,00 (BRL)  
Parcelado - 2xMais Detalhes  R$150,00 (BRL)  

/compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

/conteúdo

Hermético, recluso, misterioso, transgressor. O maior artista do século 20? O maior pensador do século 20? Afinal, o que Stanley Kubrick têm a dizer a dizer à respeito do universo, da existência, do sexo, da guerra, da ciência, da morte, do desejo, da política, do futuro, do passado, do poder? Quase nada sabia-se. Pois entrevistas, evitava. Até sua aparência física era um segredo. Lendas eram alimentadas a respeito de sua vida e obra. Até que, após sua morte, em 1999, descobriu-se que o diretor Nova Iorquino auto-exilado no interior da Inglaterra havia deixado um extenso registro de 60 anos de processo criativo, vida particular, opiniões sobre o céu, a terra, a água e o ar. Desde então, centenas de publicações chegaram ao mercado procurando desvendar vida e obra de Stanley Kubrick. 

Dodô Azevedo, Mestre em Estudos da Linguagem pela PUC-RIO se utilizará de 26 livros publicados sobre o autor no século 21 para falar de nós mesmos. Quais observações a respeito do ser humano feitas pelo diretor podem hoje nos ajudar a entendermo-nos?  Em 4 encontros, desvendaremos definitiva e meticulosamente obras como 2001-Uma Odisséia No Espaço, O Iluminado, Laranja Mecânica e De Olhos Bem Fechados, entre outros filmes deste que é considerado um dos maiores mestres da história do cinema.

 

 

Cronograma

Aula 1:

– Pequena biografia. Como viveu e como morreu Stanley Kubrick?

– Cinema como suporte para a Filosofia. Kubrick, como filósofo do século XX.

– Explicando “2001 – Uma Odisséia no Espaço”. Um filme que nos explica quem somos. O humano privitivista, o Super-Humano Nietzcheano e Zarathustra.

 

 

Aula 2:

– Kubrick apolítico: “A Laranja Mecânica” e o presente – Livre arbítrio versus violência do Estado.

– Kubrick político : anti-militarismo em Glória Feita de Sangue

 

 

Aula 3:

– Espiritualidade, cinema sueco, paganismo e estrutura familiar: Desvendando “O Iluminado”.

– Yin, Yang e Jung em “Nascido Para Matar”.

 

 

Aula 4:

– Pós-modernismo em “Barry Lyndon”: uma análise visual, uma abordagem ética.

– Dr. StrangeLove e a Sexualidade Masculina.

– De Olhos Bem Fechados: uma leitura pre-Freudiana do romance de Arthur Swintzler. As máscaras que usamos para nos despir. A sexualidade masculina pela via do concreto versus a sexualidade e o Eros feminino.

 

 

 

Aluno

Para: aberto a todos os interessados 

Carga horária total: 4 encontros – 10 horas

*Este curso é oferecido na modalidade ONLINE, portanto é necessário ter acesso à internet. As aulas irão acontecer ao vivo no aplicativo ZOOM. Indicamos que o participante tenha um computador ou celular com câmera e microfone.

 

sobre o professor

Professor

  • Dodô Azevedo
    Dodô Azevedo é Mestre em Letras pela PUC-Rio, professor de Filosofia, roteirista e diretor de cinema, autor de 5 romances, incluindo “Fé a Estrada” (Editora Leya), em que conta sua experiência refazendo a rota de On the Road, de Jack Kerouac. O livro foi considerado um dos 20 mais importantes romances em língua portuguesa do século XXI em votação da Revista Bula. Foi colunista de cultura do Jornal do Brasil, O Globo, portal G1 e atualmente escreve semanalmente na Folha de S. Paulo.