Cinema, Distopia e Filosofia

com
Daniel Augusto
> A distopia relacionada a conceitos filosóficos, obras cinematográficas e pensadores.

/data

8 a 11 de março de 2021

segunda a quinta, das 19h às 21h30

/valor

Detalhes Preço Qtd
Desconto à vistaMais Detalhes  R$280,00 (BRL)  
Parcelado - 2xMais Detalhes  R$150,00 (BRL)  

/compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

/conteúdo

A distopia é um dos gêneros mais instigantes da ficção contemporânea. No curso, veremos como ela pode ser relacionada com conceitos filosóficos, de modo a abrir perspectivas para os alunos interpretarem o mundo. A ênfase será em distopias no cinema (por exemplo, Blade Runner e Mad Max), apresentadas em paralelo com diversos autores.

Distopia  e  utopia:  o  que  são?  Como  o  presente  imagina  o  futuro?  O  que  o cinema  diz  sobre  a  inteligência  artificial?  O  que  é  o  Antropoceno?  Qual  a  relação entre   a   vida   hiperconectada   e   o   ciborgue?   Existe   um   novo   niilismo   ligado   à tecnologia? Ou uma eterna euforia? Vivemos um tempo onde o antigo já morreu e o novo ainda não possui condições para nascer? É mais fácil imaginar o apocalipse do que o fim da economia atual? Como se orientar diante das catástrofes? Resignar-se? Conquistar  novos  territórios?  O  paraíso  está  perdido,  escondido,  no  futuro  ou  em outro  planeta?  Essas  são  algumas  das  questões  que  atravessam  o  curso,  sempre trabalhadas a partir dos filmes e dos autores abaixo.

Os temas serão abordados a partir de conceitos de autores como Ailton Krenak, Bruno Latour, Déborah  Danowski, Donna Haraway, Eduardo Viveiros de Castro, Fredric Jameson, Friedrich Nietzsche, Gilles  Deleuze, Giorgio Agamben, Günther  Anders, Isabelle Stengers, Ismail Xavier, Mark Fisher, Nancy  Fraser, Peter Szendy, Slavoj Zizek, Walter Benjamin, entre outros.

O curso abordará filmes como: Blade Runner2001: uma odisseia no espaçoOs 12 MacacosElaEXistenZ; Fahrenheit 451Filhos da esperançaInterestelarLa Jetée;  O  exterminador  do  futuro;  A.I.  Inteligência  artificial;  Alphaville;  Mad  MaxMatrixMelancoliaMetrópolisPerdido em marteO planeta dos macacosSolarisStalker; O último homem na TerraV de Vingança; entre outros. Também teremos exemplos de contos, romances e séries.

 

Cronograma

  • Aula 1 – Quais as origens da utopia e distopia? Como o presente imagina o futuro? O cinema, o paraíso e o apocalipse.
  • Aula 2 – A vida hiperconectada e o ciborgue: o que vem depois do humano?
  • Aula  3  – Em busca do novo paraíso: ucronias, utopias, fugas, colonialismo espacial.
  • Aula 4 –  Onde aterrar? Como se orientar hoje?

 

 

Alunos

Público-alvo: Trata-se de um curso panorâmico e didático, destinado a todos os interessados na reflexão sobre os temas, sem a necessidade de formação específica.

Carga horária total –  4 encontros – 10h

Obs: o b_arco não enviará os filmes abordados durante as aulas.

*Este curso é oferecido na modalidade ONLINE, portanto é necessário ter acesso à internet. As aulas irão acontecer ao vivo no aplicativo ZOOM. Indicamos que o participante tenha um computador ou celular com câmera e microfone.

*Não conseguiu assistir a algum dos encontros ao vivo? Basta solicitar a gravação da aula para nossa equipe de atendimento no email atendimento@barco.art.br ou no whatsapp (11) 98987-8011. As gravações são enviadas em links pessoais e intransferíveis, ficando disponíveis por 7 dias corridos após a realização da aula ao vivo.

sobre o professor

Professor

  • Daniel Augusto
    Daniel Augusto é diretor de cinema e televisão, Mestre em Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo e Doutor em Filosofia na mesma instituição. Em março de 2019, lançou o longa-metragem Albatroz, com Alexandre Nero, Andrea Beltrão, Camila Morgado, Maria Flor, Andrea Horta, entre outros. Antes desse filme, dirigiu o longa ficcional Não pare na pista (2014) e o longa documentário Amazônia desconhecida (2013, este em parceria com outro diretor). Seu curta-metragem O Sinaleiro (2015) participou da mostra competitiva de festivais renomados, como Toronto, NYFF (New York Film Festival, organizado pela Lincoln Center Film Society), Brasília, Huelva, entre outros. Na televisão, em 2018, lançou no canal Arte 1 a série O tempo e a música – depois do fim da canção, com apresentação de Arthur Nestrovski e José Miguel Wisnik. Um ano antes, lançou a série Incertezas Críticas, para a qual entrevistou pensadores fundamentais do mundo contemporâneo, como Noam Chomsky, Jacques Rancière, Zygmunt Bauman, entre outros. Antes disso, dirigiu séries documentais (Mapas urbanos, Lutas.doc), documentários (Fordlândia), outros curtas e mais de 300 programas de TV. Sua dissertação de mestrado é sobre João Guimarães Rosa e foi orientada por José Miguel Wisnik. Seu doutorado é sobre Éric Rohmer, com orientação de Olgária Matos. Recentemente, lançou seu primeiro romance, Nem o sol nem a morte, publicado pela Editora Nós.