Relações Corpóreo-Musicais

com
Bruna Piccazio
> Justaposição, interface, tensão e fusão entre música e artes corporais

/data

8 a 10 de fevereiro de 2021

segunda a quarta, das 19h às 21h30

/valor

Detalhes Preço Qtd
Desconto à vistaMais Detalhes  R$280,00 (BRL)  
Parcelado - 2xMais Detalhes  R$150,00 (BRL)  

/compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

/conteúdo

“Para além de dirigir ou encabeçar um projeto experimental artístico transdisciplinar, principalmente aqueles em que o objetivo foi a união da dança com figurino e música,  também investiguei e busquei a conscientização sobre concepções antigas que envolvem o assunto. Essa busca ajudou a entender a legitimidade do meu trabalho. Para quem se interessa pela criação artística, essa consciência é fundamental, principalmente no campo da experimentação onde a parceria entre a teoria e a prática só enriquece o trabalho.” (Bruna Piccazio)

 Dividido em três aulas, o curso identifica evoluções da perspectiva sobre a relação entre a música e as artes do corpo ao longo da história. O músico-bailarino, o bailarino- músico, o músico-ator, o artista sonoro…  Do encontro das artes em um mesmo palco, até a proposição do encontro das artes em um mesmo corpo.

 

Cronograma

Aula 1 – Mitologias multissensoriais, estudos relevantes sobre manifestações pré-históricas, sistematização musical, a relação dos corpos vivos e seus movimentos com o instrumento musical e a construção de notações e códigos. Primeiros sinais da construção poética interlinguagem nas culturas africanas e euroasiáticas Mitos de criação e a importância da esfera acústica. 

Aula 2 – A relação entre dança e música nas cortes, as principais parcerias entre músicos e bailarinos dos grandes espetáculos, educadores musicais e o corpo, e recortes de obras artísticas na evolução até a performance e a música cênica. 

Aula 3 – Discussão sobre a progressão da percepção artística sobre a união das linguagens dança/gesto/movimento e música: música-cênica, música- movimento, música- gesto, música-ação, música-dança, arte sonora, etc… e no que esses espaços contribuem para o entendimento de diferentes pesquisa hoje. No fechamento do curso, os participantes serão convidados a refletir sobre a parte criativa na produção de espetáculos contemporâneos interlinguagem. 

 

Para quem trabalha com a criação e pesquisa sobre a relação entre linguagens, de forma consciente, se faz necessário revelar um estudo sobre códigos, conceitos, registros e documentos. Como disse Hans Thies Lehmann: “não dá para colocar o teatro pós-dramático na caixinha da interdisciplinaridade, pois corre o risco de cair em um enquadramento pedante e vazio, ao invés da experimentação mais inocente da tentativa…”. 

Não tão inocente, também se faz necessário definir contornos de tipos diversos de relações, no caso de um mergulho estético. Colocar todas as pesquisas interlinguagem sob uma mesma perspectiva é descartar a riqueza de possibilidades.

 

 

Alunos

Aluno: aberto a todos os interessados

Carga horária total –  3 encontros – 7h30m

*Este curso é oferecido na modalidade ONLINE, portanto é necessário ter acesso à internet. As aulas irão acontecer ao vivo no aplicativo ZOOM. Indicamos que o participante tenha um computador ou celular com câmera e microfone.

*Não conseguiu assistir a algum dos encontros ao vivo? Basta solicitar a gravação da aula para nossa equipe de atendimento no email atendimento@barco.art.br ou no whatsapp (11) 98987-8011. As gravações são enviadas em links pessoais e intransferíveis, ficando disponíveis por 7 dias corridos após a realização da aula ao vivo.

 

sobre o professor

Professor

  • Bruna Piccazio
    Bruna Piccazio é artista, professora, pesquisadora independente e encabeça projetos e criações artísticas transdisciplinares. Realizou a curadoria do projeto Inquietos, premiado pela FUNARTE em 2015, e que teve como objetivo criar um espaço de prática e reflexão sobre a fusão entre corpo, som e movimento, fruto do estudo prático e teórico que iniciou há 15 anos. Criou uma performance no projeto arquitetônico sonoro Morske Orgulje, em Zadar, além dos espetáculos Imagem Sonora, Lou Harrison: Percussão em Movimento, Fris Som, Pele Sonora, TRANS Inquietos, e a intervenção Interfaces. Formou-se em dança (bacharelado e licenciatura) pela Universidade Estadual de Campinas, onde realizou pesquisas através de uma série de programas de incentivo acadêmico. É formada pelo curso História da Moda, na faculdade Senac, e cria indumentárias sonoras e objetos sonorocoreográficos.