Roteiro de Ficção – O Trabalho de um Criador de Séries

com
Marcelo Montenegro
> A escrita audiovisual e os bastidores do trabalho de um roteirista de ficção

/data

30 de novembro a 4 de dezembro de 2020

segunda a sexta, das 19h às 21h30

/valor

Detalhes Preço Qtd
Desconto à vistaMais Detalhes  R$280,00 (BRL)  
Parcelado - 2xMais Detalhes  R$150,00 (BRL)  

/compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

/conteúdo

O curso irá abordar todo o processo e se aprofundar nos principais elementos da escrita audiovisual e os bastidores do trabalho de um roteirista de ficção. Do arco dramático da temporada a como as histórias de cada episódio – das premissas às escaletas – vão tomando forma até os roteiros em si. O que é e como funciona uma Sala de Roteiristas. 

Tudo pontuado com exemplos práticos, trechos de séries e filmes, apontamentos teóricos sobre linguagem cinematográfica, construções ficcionais e desenvolvimento de personagens, associações com outras linguagens artísticas (literatura, poesia, música, pintura) além do compartilhamento de “causos” acumulados nos mais de 10 anos em que Marcelo Montenegro atua no mercado como criador e roteirista de séries. 

 

 

Cronograma

AULA 1

A escrita audiovisual. “O roteiro não é o último estágio de um percurso literário. É o primeiro estágio de um filme” (Jean-Claude Carrière). A importância de pensar e de dizer visualmente – mostre, não explique.  

 

AULA 2

A história (enredo, trama, intriga). Designs Clássicos e Modernos. A estrutura em três atos e as narrativas arquetípicas. As tonalidades narrativas: entre as “regras” (as plot drivens e a progressão dramática) e as “exceções” (as character drivens e o uso de cenas “não dramáticas”). 

 

AULA 3

As personagens. Dimensões da identidade, caracterização externa e interna (caráter verdadeiro), consciente e inconsciente, personagens cômicas e dramáticas, as “regras” (protagonistas clássicos, jornada moral) e as “exceções” (anti-heróis, anti-heroínas, protagonismo diluído). 

 

AULA 4

A Sala de Roteiristas. Como surgiu, como funciona e quando o formato chegou ao Brasil. Da criação e organização de toda a temporada – feita coletivamente na Sala – à parte individual do nosso trabalho: a escrita dos roteiros. Sinopse, beats narrativos, escaleta. Cena, sequência, ato.

 

AULA 5

Os diálogos. A importância do subtexto. Rubricas e descrições de ações. 

PILOTO: por que a série começa hoje? Apresentação do mundo ficcional e do mundo linguístico (flashforwards, flashbacks, narrações em off, etc). 

Considerações e reflexões sobre o mercado de trabalho.

 

 

Aluno

Público-alvo: aberto a todos os interessados

Carga horária total – 5 encontros – 12h30m 

*Este curso é oferecido na modalidade ONLINE, portanto é necessário ter acesso à internet. As aulas irão acontecer ao vivo no aplicativo ZOOM. Indicamos que o participante tenha um computador ou celular com câmera e microfone.

 

*fotos: Marcus Steinmeyer e Renato Parada

sobre o professor

Professor

  • Marcelo Montenegro
    Com passagens por algumas das principais produtoras do país (O2 Filmes, Mixer, Boutique, Bossa Nova, Globosat), Marcelo Montenegro escreveu e integrou a equipe de criação de diversas séries, como Lili, a Ex (GNT - indicada ao 1º Prêmio ABRA de roteiro em 2017), Sítio do Picapau Amarelo (Globo, Cartoon), O Negócio (HBO), 3% (Netflix), Descolados (MTV) e Julie e os Fantasmas (Band, Nickelodeon - APCA 2011 de melhor série infanto-juvenil e indicada ao EMMY 2012; a série ganhou uma adaptação americana, Julie and the Phantoms, pela Netlfix). Formado em História com Pós-Graduação em Literatura, é também um dos principais nomes da nova poesia brasileira. Publicou os livros Orfanato Portátil (2003) - "encantamento foi o que senti ao ler a poesia de Marcelo Montenegro", segundo Sérgio Sant'Anna -, Garagem Lírica (2012) - "um conjunto de imagens desconcertantes", de acordo com Marçal Aquino - e Forte Apache (Companhia das Letras, 2018) - um dos vencedores do Prêmio Alphonsus de Guimaraens da Biblioteca Nacional.