Técnica Meisner e Novos Procedimentos para Atores

com
Tomás Rezende
> O método e os fundamentos da atuação: escuta, impulso orgânico e presença.

/data

24 a 28 de janeiro de 2022

Segunda a sexta, das 19h às 22h30

/categoria

curso online - artes cênicas

/valor

Detalhes Preço Qtd
Desconto à vistaMais Detalhes  R$880,00 (BRL)  
Parcelado em 2xMais Detalhes  R$485,00 (BRL)  

/compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

/conteúdo

Apresentação

O método trabalha uma série de exercícios interdependentes no qual um exercício leva ao próximo, de complexidade crescente para desenvolver uma improvisação apoiada na escuta e na resposta espontânea, gerando uma atuação mais verdadeira. O foco está na escuta. Escutar, responder e se manter no momento presente são os fundamentos do trabalho. Estes jogos possibilitam uma desconstrução dos hábitos que obstruem a escuta do ator. São exercícios nos quais os padrões inconscientes do ator em cena são revelados e através da sequência de exercícios o ator pode encontrar uma nova forma de atuar mais orgânica, espontânea e verdadeira.

Neste curso serão abordados novos procedimentos técnicos que foram somados aos exercícios criados por Meisner. Entre estes procedimentos estão elementos do sistema orgânico corporal através da técnica somática BMC e outros exercícios que tem a finalidade de potencializar o processo de transformação do ator.

 

Depoimentos

“Tomás trabalha discreta mas profundamente, respeitando o tempo interior do ator. Nada invasivo, mas muito eficiente. Adorei ter tido essa experiência com ele e espero poder reencontrá-lo pela vida!” Glória Pires

“Sou outro artista depois de o ter conhecido, minha interpretação enriqueceu de uma forma fantástica e isso se reflete em cada vez que pego o microfone.” Emicida

“Tomás Rezende realiza seu trabalho aproximando-se dos atores com extremo carinho, sensibilidade, e sobretudo respeitando a nossa personalidade. Cativa de imediato por sua delicadeza na condução das personagens a serem representadas. Sua competência é brilhante. Sem sombra de dúvidas foi até hoje o melhor preparador de elenco que tive em 50 anos de carreira.” Benvindo Siqueira

“O trabalho do Tomás foca na conexão com a verdade pura para iniciar um processo. A busca começa por uma viagem a si mesmo: identificar seus próprios mecanismos de defesa para deixar que seus instintos sejam aflorados mais rapidamente e que a imaginação possa fluir sem manipulação, julgamento, pudor. Estar inteiro para poder entrar no personagem.” Mariana Ximenes

 

Alunos

Carga horária total –  5 encontros – 17h30

Para: aberto a todos os interessados

*Este curso é oferecido na modalidade ONLINE, portanto é necessário ter acesso à internet. As aulas irão acontecer ao vivo no aplicativo ZOOM. Indicamos que o participante tenha um computador ou celular com câmera e microfone.

*Não conseguiu assistir a algum dos encontros ao vivo? Fique tranquilo! As gravações são enviadas em links pessoais e intransferíveis, por e-mail, ficando disponíveis por 7 dias corridos após a realização da aula ao vivo.

 

 

 

sobre o professor

Professor

  • Tomás Rezende
    Tomás Rezende é diretor, preparador de atores e ator. Foi preparador de elenco de diversos filmes, novelas e séries para Netflix, Fox, TV Globo, HBO, Universal Channel, TV Cultura, GNT, Multishow. Formado como professor pelo programa Sanford Meisner: Teaching the Meisner Approach (EUA). Entre os principais projetos que participou estão: a série O mecanismo, direção de José Padilha (Netflix americana); a série 3 dias sem sol, (O2/TV Globo); a novela das 7 Haja Coração (Globo); a série Me chama de Bruna (Canal FOX); o longa metragem Nise – o coração da loucura, que ganhou, entre outros, o Prêmio de melhor Atriz para Glória Pires no Festival de Tokyo; os curtas-metragens Estação de Márcia Faria, que participou da competição oficial do Festival de Cannes, e Ninjas, de Dennison Ramalho, ganhador do prêmio de melhor ator no Festival de Gramado. Também dirigiu a peça A hora errada, de Lourenço Mutarelli, que foi encenada em várias unidades do SESC.