A projeção mapeada – Video Mapping, no original – é uma técnica utilizada para projetar imagens em uma estrutura tridimensional, previamente mapeada por algum software específico para este fim. Enquanto a projeção plana não permite uma manipulação da luz, a projeção mapeada permite o direcionamento da luz para a região que receberá o conteúdo visual, encaixando o vídeo na superfície da estrutura sobre a qual este será projetado.

O Video Mapping surge nos anos 80 a partir de um panorama midiático de evolução exponencial de tecnologias de produção de vídeos. Tanto na indústria do entretenimento quanto no mercado de eventos corporativos, o uso da projeção mapeada se popularizou ainda na virada do milênio, período no qual os primeiros softwares começaram a ser desenvolvidos e, em poucos anos, superando os métodos analógicos ou semi-digitais precursores.

No curso de “Video Mapping”, Ivan Soares ensina todo o universo da projeção mapeada para performances artísticas, ações de marketing e eventos corporativos com os softwares mais utilizados na área: Resolume Arena 7 e TouchDesigner.

O Resolume chegou ao mercado no final dos anos 2000, com funcionalidades para operação de vídeo ao vivo que visava VJs e DJs de clubes noturnos, shows e festas. Pouco tempo depois, o Resolume Arena foi lançado para permitir funcionalidades avançadas em manipulação de imagens em movimento ao vivo, visando também a operação e o mapeamento de multitelas, telas de conferências, eventos corporativos, projeções sobre fachadas de prédios, planetários e ambientes de imersão 360 graus. Em 2018 o Resolume Arena chegou a sua sexta versão e é o software mais utilizado no mercado brasileiro em projeções corporativas e VJing.

Cursos de capacitação prática para este software, no entanto, são raros e dificilmente se fundamentam nas práticas correntes desse mercado. Para abranger melhor todas as formas de atuação da projeção mapeada, Ivan irá propor, a cada aula do curso, oito pequenos projetos de Video Mapping executados como exercícios práticos.

Entre os exercícios propostos, haverá projeção em telas de formato irregular, em telas tridimensionais, em telas formadas por mais de um projetor, em blend de dois projetores, projeção mapeada com input de vídeo ao vivo, operação com controladores midi e joysticks, projeção em película de vidro e retro-projeção e operação de efeitos ao vivo. Além disso, as aulas contemplarão todas as etapas de um Video Mapping, desde a montagem dos projetores e conectores até o resultado final.

Para saber mais sobre o programa do curso e realizar sua inscrição, clique aqui.

Curso de Video Mapping
27 de janeiro a 6 de fevereiro de 2020
Segunda a quinta, das 19h30 às 22h30

b_arco
Rua Dr Virgilio de Carvalho Pinto, 426 – Pinheiros, São Paulo
Próximo da estação Fradique Coutinho do Metrô
Estacionamento ao lado

Fechar Menu